É caro se tornar um fotógrafo?

quanto-custa-ser-fotografo

Leia em 3 minutos

Profissão do momento

Venhamos e convenhamos, nos tempos de hoje a profissão de fotógrafo está bem em alta, são muitas oportunidades e nichos diferentes, você pode ser fotógrafo de eventos, de newborn, de natureza, de astrologia, de gastronomia, de moda, retratos, redes sociais, de objetos, pra e-commerce entre muitos outros. Viu como são muitos nichos? Para cada tipo de fotografia você precisa de um material diferente, por isso é importante “nichar” o mercado que você quer adentrar. Vou me ater aqui a fotografia de eventos de um modo geral.

Entender o que vai fazer é essencial

Para ser um bom fotógrafo de eventos é importante primeiramente estudar muito, saber de trás frente toda a teoria, como usar a câmera em todas as funções e praticar bastante, claro!

Se você comprar uma câmera, apontar pra uma coisa qualquer e simplesmente apertar o botão, vai estar fazendo exatamente isso: apertando o botão. Fotografia é ter conhecimento de luz, de cores, de sombras, de composição, posicionamento, é ter referências… Se você não souber disso, é como alguém querer ser médico sem conhecer o corpo humano, é como querer ser escritor sem saber escrever. Captou a mensagem?

O equipamento

Depois de estudar muito é importante comprar uma câmera DSLR QUE PODE SER uma de ENTRADA (popularmente falando) com a lente do kit (18-55mm) + uma lente (50mm), nossa queridíssima cinquentinha é ideal para o início (ver artigo sobre ela aqui). É muito importante ter o equipamento de fotografia adequado, caso precise de mais lentes você pode alugar, mas é de suma importância ter o equipamento básico. Se você não puder comprar agora, se sente inseguro(a) ainda ou por outras questões, sugiro você baixar apps em seu celular que tentam simular uma câmera profissional, como o FV-5 (android) ou ProCamera (ios).

Deixo já aqui também um link para você baixar um e-book que vai te ajudar a escolher sua câmera ou fazer upgrade.

A prática leva a perfeição

Dito tudo isso, é hora de praticar! Fotografe muito! Pegue esse conhecimento que adquiriu em cursos, workshops, livros, vídeos, conversas com outros fotógrafos, mentorias e aplique.

Fotografe animais, plantas, amigos e família, tente entender como a luz se comporta, olhe para as sombras. Aos poucos monte seu portfólio, faça ensaios externos de casal, gestante, infantil, individual, assim ganhará muita experiência depois começar com eventos.

Tornar-se um fotógrafo profissional é uma decisão de peso e emocionante. Algo muito importante que alguns fotógrafos deixam de lado é também entender e dominar programas de edição de fotos como o Adobe Lightroom e Photoshop (tem um custo por mês). Corte, cor, luz, nitidez, matiz, HSL, filtros, tratamento de pele e etc. – tudo isso deve ser curado com muita atenção.

Valores e Estilo

Mas quanto custa para se tornar um fotógrafo? Você gastará mais tempo no pós-processamento do que na fotografia em si, logo é essencial definir seu estilo de imagem, sua identidade visual. Vai ser algo mais realístico ( menos tempo na edição) ou você vai partir pra algo mais artístico, beirando fine art (mais tempo na edição e mais conhecimento)?

Uma boa câmera com flash externo, lente do kit e um tripé, você pagará entre R$ 2.500 e R$ 5.000, um computador bom para edição não sairá por menos de R$ 2.500 e é recomendado que você monte um computador de mesa para tal função. Iluminação você consegue improvisar, um rebatedor circular de luz, custa em torno de R$ 120 e dá um efeito muito bom na fotografia, um rádio flash + adaptador para tripé em torno disto também ou pode trocar o rebatedor pela sombrinha trasnlúcida. Copiou? Depois você vai evoluindo.

Não se acomode

Expanda seus horizontes. Ficar das 8h da manhã até as 22h trancado num estúdio, atendendo clientes que pagam R$ 100,00 num ensaio vai te ajudar a pagar suas contas, mas vai te manter fazendo as mesmas coisas sempre. Vá pra congressos. Faça workshops (de tudo, mesmo que não seja daquilo que você quer fotografar). Faça workshop de newborn, mesmo que você não se imagine fazendo fotos de recém-nascidos. Aprenda mais sobre flash dedicado, mesmo que você queira trabalhar exclusivamente com luz natural. Conhecimento nunca é demais!!

E, acima de tudo, seja criativo(a) procurando e analisando referências a todo momento!

Boa Sorte!

Se esse post de acrescentou, compartilhe! 

Facebook
WhatsApp
Email
Telegram
Twitter
Yta de Castro

Yta de Castro

Jornalista, Marketeira, Fotógrafa, Mentora e criadora da Escola da Yta. Já registrou desde 2011 mais de 300 eventos e hoje compartilha conhecimento. Já formou centenas de fotógrafos.

Envie seu artigo para comercial@ytadecastro.com.br com seu nome e fone.

Leia também

Opa! Alguma dúvida?