Como entrar no mercado fotográfico?

global-2566114.jpg

Leia em 2 minutos

Olá pessoal, entrar no mercado de fotografia é algo bem complexo. Você pode se lançar às escuras ou vai seguir um planejamento.

A seguir compartilho com você, de forma bem simples e direta, 7 pontos fundamentais para se inserir nesse mercado tão competitivo.

  1. Estudo: aprenda seu ofício, isso não é algo imediato, demora algum tempo, tudo depende do seu interesse, foco e treinamento. Você precisa trabalhar duro. Não se iluda com as supercâmeras que estão aí no mercado, elas não são para amadores, são para superfotógrafos. Comece pelo começo, aprendendo fotografia básica, composição, iluminação, leia livros, observe fotografia em todos os cantos que você vai, compreenda a fotografia e a luz nos filmes e etc. Clicando AQUI você vai aprender fotografia mais rapidamente.
  2. Portfólio: saber quem são seus clientes é algo crucial, entender seus interesses, o que compram, para onde vão… só depois crie um crie um portfólio para sua persona, fotografe-os. Se for diagramar e produzir álbuns, você precisa ter um material impresso de cada modelo/tamanho. Precisará saber diagramar no Indesing, no Fotógrafo TOP eu ensino.
  3. Site: é importante ter um com seu portfólio. Que tenha seus contatos de maneira visível, que seja rápido e limpo. Coloque nele somente as imagens mais lindas e tratadas. Imagens precisam de retoques! Isso é fundamental! A foto precisa sair pronta da câmera, para então ser tratada de forma mais rápida, ou seja, agilizando seu fluxo de trabalho.
  4. Blog: seus clientes precisam saber o que você anda fazendo, onde está, os bastidores, conte histórias nele e escreva artigos respondendo as dúvidas mais comuns deles. Faça e-books e vídeos para ilustrar de modo mais completo seus temas. Se puder tenha um canal no youtube, faça lives no instagram, enfim! O blog é uma maneira de você demonstrar autoridade resolvendo problemas e dúvidas de clientes e converter.
  5. Preço: nada de fazer trabalhos de graça para amigos ou conhecidos – só no começo mesmo do seu aprendizado. Aprenda a formar preços, crie táticas de negociações, pacotes iscas ou simplesmente contrate um agente para tratar das negociações para você. Isso vai depender muito, eu já tive vários agentes trabalhando nisso para mim e atualmente eu também negocio com clientes. Confesso, melhor com os agentes!
  6. Marketing: acompanhe o mercado usando o que há de mais moderno no marketing digital: funil de vendas, e-mail marketing, facebook ads, google adwords, parcerias com blogs, sites e etc. Se você não sabe nada disso é bom começar a aprender ou contratar uma agencia de marketing.
  7. Contatos: entenda que tudo gira em torno de contatos – não é só o que você sabe que vai te elevar, mas quem você conhece tem imensa importância. Interaja com pessoas certas, fale do seu trabalho de uma forma descolada e sutil. Você precisa informar para as pessoas próximas a você, as reais, àquelas que você interagem no mundo ao vivo e não no virtual que é fotógrafo e faz isso ou aquilo.

Então é isso! Se esse post te deu alguma luz, compartilhe com seus amigos nas redes sociais e whatsapp. Vai ser show!

Se esse post de acrescentou, compartilhe! 

Facebook
WhatsApp
Email
Telegram
Twitter
Yta de Castro

Yta de Castro

Jornalista, Marketeira, Fotógrafa, Mentora e criadora da Escola da Yta. Já registrou desde 2011 mais de 300 eventos e hoje compartilha conhecimento. Já formou centenas de fotógrafos.

Envie seu artigo para comercial@ytadecastro.com.br com seu nome e fone.

Leia também

Opa! Alguma dúvida?